Segunda, 21 de maio de 201821/5/2018
73 98126 7638
Parcialmente nublado
18º
28º
30º
Jequie - BA
Erro ao processar!
Super Predio
BRASIL
Jaguaquara: Câmara aprova por unanimidade projeto de Dra. Sara
Projeto de Lei cria a Câmara Mirim e Juvenil
Marcos Cansussu Jequié - BA
Postada em 17/05/2018 ás 15h39 - atualizada em 17/05/2018 ás 15h59
Jaguaquara: Câmara aprova por unanimidade projeto de  Dra. Sara

Vereadores Sara, Francisney e estudantes

O Plenário da Câmara Municipal de Jaguaquara, aprovou por unanimidade durante sessão desta quarta-feira (16), o Projeto de Lei de autoria da líder da oposição, Vereadora Dra. Sara Helem Reis (DEM) junto com o co-autor Francisnei (PSL): Câmara Mirim e Juvenil. O projeto chegou a ir para votação com parecer pela rejeição, mas um vereador solicitou vista e a líder oposicionista mobilizou parte da comunidade escolar e buscou apoio junto aos vereadores, esclarecendo a importância da matéria para a juventude e a política local. A persistência resultou na reconsideração da maioria que votaria contra e a aprovação foi conquistada na noite passada e comemorada por Sara e os estudantes do CEEP PIO XII Kevelin Oliveira de Sousa e Ian Pedro Pinheiro do Carmo, e do Colégio Batista Taylor Egídio, Ana Vitória Costa Santos, abrilhantaram a Sessão Ordinária.
Mas não foi só. No ritmo de comemoração aos 97 anos da cidade, a vereadora Dra. Sara agradeceu a todos pela aprovação dos projetos de iniciativa do Executivo: Doação do terreno para a Associação dos Taxistas e a APLB Sindicato construírem sua sede; criação do Sistema Municipal de Educação e do Conselho Municipal de Educação. A edidl parabenizou a conquista das entidades que prestam relevante serviços para o município e agradeceu pela atuação do Ministério Público local, Dr. Lúcio Meira Mendes: “Precisei acionar o guardião dos Conselhos Municipais para evitar futuras demandas judiciais e garantir a participação de todos os membros do Conselho ora criado como candidatos na eleição. O texto originário era inconstitucional por prever a obrigatoriedade de ser servidor municipal efetivo de 40h para ocupar os cargos de presidente e secretário, excluindo alunos, pais e até servidores estaduais que venham a compor o Conselho. Os vereadores das Comissões não entenderam assim, mas recebi apoio de vários cidadãos presentes na reunião e segui em frente. Hoje comemoramos a criação do Conselho como deve ser, já que as alterações necessárias foram apresentadas pela Comissão de Elaboração após ouvido Dr. Lúcio, permitindo que Jaguaquara avance no campo educacional com a participação plena dos cidadãos envolvidos nesta área”, salientou a parlamentar.

FONTE: ASCOM : SARA HELEM
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
535
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium